Ouça agora na Rádio

N Notícia

Detentas do DF concluem ensino médio em presídio e sonham em fazer o Enem

FOTO: © Divulgação/Flickr

Detentas do DF concluem ensino médio em presídio e sonham em fazer o Enem

Todas as informações Agência Brasil

Nove internas receberam diploma de conclusão dos estudos durante a formatura do 3º ano do Centro Educacional 1 de Brasília, que funciona dentro do Presídio Feminino do Distrito Federal. Segundo o Ministério da Justiça, todas estão inscritas para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL), que será realizado nos próximos dias 12 e 13 de dezembro.

Oradora da turma, Renata Rodrigues resumiu a conquista com uma frase marcante: “tomamos posse de um bem que jamais nos será tirado”. Presa e condenada por tráfico de drogas há cinco anos, ela conta que os estudos mudaram o seu cotidiano na prisão. “Aqui, particularmente, eu não me sinto presa. Com os professores ensinando e conversando, a gente esquece das celas, dos procedimentos de segurança. Nem parece um presídio”, relatou.

Além conclusão do ensino médio, o passo dado significa a possibilidade de um novo futuro. “Se passar, vou fazer administração”, diz Renata, que é uma das 41 que farão o Enem na próxima semana. Ao todo, cerca 30,6 mil presos farão o exame, em todo o Brasil.

No Presídio Feminino do Distrito Federal, são ofertadas 260 vagas em cursos de educação básica. As aulas ocorrem durante a semana, ao longo do dia, à exceção das quintas-feiras, dia de visita. O Ministério da Justiça informa que 15 presas já cursam faculdade na capital federal. Para que possam efetivar matrículas, pessoas em privação de liberdade precisam de autorização judicial e do diretor da unidade prisional.

FONTE: Agência Brasil / Edição: Davi Oliveira
Link Notícia