Ouça agora na Rádio

N Notícia

Pyongyang ameaça 'todo o continente dos Estados Unidos': qual resposta prepara Washington?

FOTO: Michael Vadon - Wikimedia Commons

Pyongyang ameaça 'todo o continente dos Estados Unidos': qual resposta prepara Washington?

EUA estão analisando possibilidades de tomar medidas complementares contra a Coreia do Norte em meio ao recente lançamento do míssil, afirma o vice-presidente do país, Mike Pence.

Todas as informações Sputnik Brasil

"Na semana passada o presidente [dos EUA], Donald Trump, designou a Coreia do Norte como um Estado patrocinador do terrorismo, e no âmbito da provocação atual [lançamento do Hwasong-15] nossa Administração considera uma tomada de medidas adicionais", declarou Pence durante seu discurso dado no Hudson Institute (Nova York).

"Continuamos usando todos os recursos dos EUA para que a pressão econômica e diplomática faça a Coreia do Norte recusar para sempre seu programa nuclear e de mísseis", avisou.

Além disso, ele sublinhou que "é melhor o regime de Kim [Jong-un] não testar a firmeza desse presidente [Donald Trump], bem como as capacidades das Forças Armadas dos EUA".

A decisão de recolocar a Coreia do Norte em uma lista de patrocinadores estatais do terrorismo, pela primeira vez em nove anos, foi do presidente dos EUA, Donald Trump, em 20 de novembro.

A medida é parte da pressão estabelecida por Washington para que Pyongyang desista de suas armas nucleares. Segundo o republicano, a Coreia do Norte "apoiou atos internacionais de terrorismo, incluindo assassinatos em solo estrangeiro".

No entanto, o país asiático declarou nunca ter se envolvido em qualquer atividade terrorista, ao contrário do que a Casa Branca possa alegar.

Para Pyongyang, a atitude de Trump é um instrumento "de destruir países independentes", e só serve para fortalecer a meta da Coreia do Norte de desenvolver seu arsenal nuclear.

FONTE: SPUTNIK BRASIL
Link Notícia