Ouça agora na Rádio

Ouça agora

10 de setembro, Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

10 de setembro, Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

Postado em 14 de setembro de 2016 por

Compartilhe agora

10 de setembro, Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Países do mundo inteiro têm utilizado o mês de setembro como dia de combate e prevenção ao suicídio. A importância da data se deve a estimativa da OMS (Organização Mundial da Saúde) de que nos últimos 45 anos a taxa de suicídio cresceu 60% no mundo. A cada ano, um milhão de pessoas tira a própria vida, o que corresponde a uma taxa de mortalidade de 16 por 100 mil habitantes, o mesmo que uma morte a cada 40 segundos, número que pode dobrar até 2020. 

No Brasil, casos equivalem a uma ocorrência por hora, chegando a 4,9 por 100 mil habitantes, segundo dados Mapa da Violência 2011 do Instituto Sangari, mas o número real é ainda maior, visto que muitas vezes estes casos são relatados como mortes acidentais. Entre os anos 1998 e 2008, o total de suicídios no país teve um aumento de 33,5%, superior ao crescimento da própria população – 17,8%, do número de homicídios – 19,5% e dos óbitos por acidentes de transporte -26,5%. Por isso, o Ministério da Saúde considera o tema um problema de saúde pública. A Psicóloga Rafaeli Lorenzi de São João relata o objetivo da campanha do Setembro Amarelo é conscientizar e gerar discussões sobre o tema: “… A campanha é pra falar e conscientizar sobre o suicido. Mostrar que é possível prevenir quando falamos e discutimos sobre o tema. Logicamente que somente uma conversa não vai substituir o tratamento medico, mas muitas vezes falar sobre isso, sobre o que está acontecendo pode fazer com que as pessoas organizem as suas idéias. Reflitam sobre a situação em que estão vivendo, pois muitas vezes os sintomas da depressão que levam ao suicídio podem ser momentâneas, passageiras. Então o bom tratamento. O bom acompanhamento com profissionais capacitados esses sintomas podem ser revertidos…” As interpretações acerca do suicídio têm sido tratadas sob amplos pontos de vista culturais, mais especificamente em temas existenciais como religião,  filosofia, psicologia, honra e o  sentido da vida.

Saiba Mais: Como identificar um comportamento suicida?

 

Por Douglas Nunes – Repórter Rádio São João.

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.