Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Locais/Regionais

Compartilhe agora

Após 21 dias internada em estado grave, vividense recebe alta do Instituto Médico Nossa Vida

Postado em 25 de março de 2021 por

img-page-categoria

*Fonte imagem : Após 21 dias internada em estado grave, vividense recebe alta do Instituto Médico Nossa Vida*


A vividense Leonilda Barbosa Piacentini, de 48 anos, venceu a Covid-19

A vividense Leonilda Barbosa Piacentini, de 48 anos, venceu a covid-19 após passar 21 dias internada no Instituto Médico Nossa Vida, em Coronel Vivida.


A paciente foi internada no dia 02 de março com sintomas leves da doença. Nesse momento apresentava leve esforço respiratório sendo necessário uso de oxigenoterapia (baixo fluxo), porém em poucos dias o pulmão foi comprometido, ela se mostrava bastante ansiosa, sofreu declínio clínico e necessitou de aumento na oferta de oxigênio (alto fluxo).

Durante o internamento Leonilda passou por procedimentos como VNI – ventilação não invasiva, fisioterapia respiratória e protocolo de prona (técnica que manteve a paciente de barriga para baixo), além das orientações sobre os cuidados na Covid-19 e muitos medicamentos. Houve indicação para ser entubada por pelo menos quatro vezes. Porém, aos poucos, ele apresentou melhoras no quadro clinico. Os médicos reduziram gradualmente o fluxo de oxigênio e nos últimos 3 dias Leonilda foi evoluindo de uma forma muito positiva.


O pulmão estava ventilando bem, ela já não apresentava mais tanto esforço respiratório, estava bem comunicativa e atendeu todas as orientações repassadas pelos médicos e além de tudo isso, a vontade de viver estava explícita nos olhos da paciente, conforme relatos da equipe que a acompanhava. No dia 23/03 a paciente recebeu alta do Instituto Médico Nossa Vida e festejou a vitória com todos os profissionais de saúde.

De acordo com o Dr Filipe Eller a alta da Leonilda trás a satisfação de ver o dever cumprido com sucesso. “É a representação do esforço do trabalho em equipe e para mim foi uma satisfação enorme em ter participado da evolução e da alta da paciente. É um sopro de esperança. Sabemos que não vai trazer os pacientes que se foram, mas trás esperança por dias melhores”, afirmou o médico.

Fonte: Rádio Voz do Sudoeste

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários